Fique por dentro das informações essenciais que explicam o significado do Metaverso. Sabia que isso existe mesmo antes de surgir o facebook.

Com o anúncio da mudança do nome do Facebook para Meta o conceito de Metaverso ficou ainda mais popular. Muitas pessoas pensam que a própria rede social inventou esse conceito. Mas, a ideia é muito mais antiga e vem dos primórdios da internet no século XX.

Metaverso é um tópico importante na indústria de tecnologia da informação e comunicação. Se refere a um serviço de mídia imersiva que maximiza o senso de realidade combinando tecnologias como realidade virtual, realidade aumentada e Internet das Coisas .

A indústria de telecomunicação está oferecendo vários serviços usando o Metaverso.

Por exemplo, você pode se reunir como avatares em salas de conferência virtuais com funcionários remotos do outro lado do mundo, para uma reunião de apresentação ao vivo ou desfrutar de uma interatividade de fãs com seu ídolo favorito num estúdio virtual.

O que é Metaverso?

Metaverso é Meta + Universo. Um mundo virtual conectado com a realidade. O termo foi usado pela primeira vez por Neil Stevenson em seu romance de 1992 que se chama Snow Crash. O livro não fez tanto sucesso assim, mas o Metaverso da obra literária profética é explorado nos dias de hoje.

Em seu livro, Stevenson usa o Metaverso como substituto do mundo virtual, ou seja, um espaço imaginário realizado em três dimensões por meio da tecnologia do computador. No romance, o personagem principal usa óculos e fones de ouvido para trabalhar no mundo virtual.

O que Metaverso tem a ver com o mundo virtual?

A ideia de Metaverso é usada como o mesmo conceito de mundo virtual. No entanto, isso não significa algo separado da realidade, mas um universo em que o ciberespaço e a realidade são fundidos usando a tecnologia.

Todas as atividades nas quais indivíduos percebidos como avatares se encontram no mundo virtual para se comunicar, brincar ou trabalhar podem ser chamadas de Metaverso – se considerar a ideia difundida em diversos livros digitais acadêmico que se destinam a estudar esse novo fenômeno.

Existem quantos tipos de Metaverso?

É muito difícil definir um número limitado de Metaverso, tendo em vista que a leitura especializada é bastante abrangente quanto essa consideração. Contudo, de uma forma geral, podemos considerar 4 tipos de Metaverso.

Um está no mundo virtual, ao qual os usuários revelam sua identidade no espaço virtual por meio de avatares e perfis online.

Nesse sentido, a realidade aumentada adiciona objetos virtuais ou interfaces ao ambiente físico do usuário em um dos tipos de serviço Metaverso, como por exemplo, o ‘Pokémon Go’, no qual o usuário pode tirar uma foto dos arredores com um smartphone para capturar bichinhos.

Outro dos tipos de Metaverso se chama método de mundo de espelho que adiciona informações adicionais relacionadas ao ambiente do usuário.

Por exemplo, se você ligar o aplicativo Google Earth e tirar uma foto do ambiente ao redor, o nome do produto escrito em um idioma estrangeiro será traduzido de forma automática, assim como as descrições.

Outro, o lifelogging, é um típico serviço que registra todas as atividades do usuário como informações pelo sensor que está incluído no Meta Universo.

Realidade aumentada não é um conceito novo. Então, por que o Metaverso surge como um conceito novo?

Realmente, a palavra Metaverso não é familiar, mas Realidade Aumenta ou Realidade Virtual em si não é um novo serviço que permite aos indivíduos se comunicarem uns com os outros, num espaço virtual como um avatar.

São muitos exemplos já correntes na atualidade. Como fan meetings e turnês internacionais foram canceladas devido à pandemia, os ídolos também estão escolhendo o Metaverso como um espaço de comunicação com seus fãs.

No Party Royal Mode os usuários podem assistir a videoclipes juntos em seus avatares e seguir a coreografia.

A Universidade Michigan realizou a primeira cerimônia de entrada em realidade mista usando a plataforma Jump VR.

Os calouros acessam o local virtual da cerimônia de entrada usando Jump VR em sua casa e cumprimentam seus colegas de classe e professores avatares.

Os avatares dos calouros se reuniram em frente a uma tela no meio do estádio Metaverso para assistir aos cumprimentos do presidente, ao juramento de admissão do representante do calouro e ao vídeo de introdução à universidade.

Por que o Metaverso se torna popular?

A Covid é citada como a razão para a popularidade do Metaverso. Isso ocorre porque mais pessoas estão se comunicando no espaço para evitar contrair o vírus, se centrando na geração que está familiarizada com o ambiente digital.

Graças à tecnologia de mídia envolvente que se desenvolveu até agora, ao contrário do serviço, ele também está ganhando popularidade porque adiciona uma sensação de vitalidade.

Qual o interesse das empresas no Metaverso?

O constante interesse ocorre porque as tecnologias relacionadas ao Metaverso, como AR, VR, realidade estendida e 5G, estão se desenvolvendo junto com o mercado.

Ou seja, a partir do momento em que o Metaverso se desenvolve, as tecnologias de realidade virtual evoluem de modo a estarem disponíveis também para o uso de empresas que desejam evoluir as operações com essa forma de tecnologia.

De acordo com a consultoria, o mercado de AR  e VR deve crescer de US$ 45 bilhões em 2018 para US$ 1.6 trilhão no ano de 2029.

Qual o interesse dos governos com relação ao Metaverso?

O governo também está prestando atenção ao Metaverso como uma força motriz para a inovação industrial e o crescimento econômico.

Há poucos meses, o governo de diversas partes do mundo (o Brasil não está incluso) lançou forças tarefas para descobrir e apoiar novas indústrias de base tecnológica e selecionou o Metaverso como uma das cinco tarefas principais.

Por exemplo, na Coreia do Sul, o Ministério da Ciência também está estimulando o desenvolvimento de indústrias e serviços centrais baseados em 5G com RA.

Metaverso vai dar certo?

Na realidade, as tecnologias de Metaverso ainda estão muito longe de se tornarem a realidade à maioria das pessoas do mundo. Mas, com o constante aporte do Facebook o setor promete decolar nos próximos anos.